Moda

80's | Outfit Inspiration

março 15, 2020


Ultimamente tenho adorado utilizar calças subidas e largas, são extremamente confortáveis! Para além disso, ficam bem com qualquer t-shirt ou qualquer sweat. Dou por mim a pensar que cada vez mais o nosso guarda-roupa é mais parecido com o guarda-roupa dos nossos pais. 

Cada vez que vou a um shopping, facilmente encontro peças que me remetem de imediato para os anos 80. Não é um estilo antigo, é um estilo intemporal e descontraído para um dia normal do quotidiano.

Por isso apresento-vos alguns outfits que encontrei pela internet para vos inspirar nesta onda dos 80's. Espero que gostem!

julia roberts outfits 50+ best outfits - Page 11 of 100 - Celebrity Style and Fashion Trends


Click Image To Discover The Fat Burning Secret That Can Help You Lose Over 7 Pounds Of Fat In 7 Days | Jazmin’s Blog

ROUPAS ANOS 80 para festas e estilo Nerd - Bela & Estilos

P #wintergrunge -Trendy outfits for school - Sophia Blog #saúde #dicas #emagrecer #perderperso #mulheres,

Joshua Tree Ringer

Super Fashion 80s Friends 41 Ideas #fashion


Textos

Passado, presente e futuro

janeiro 08, 2020

Streetwear on Instagram: “Weekend mood🥂”
Se diz que é todos os dias feliz sem ti desde o dia em que seguiram caminhos diferentes, está a mentir. Ninguém é feliz todos os dias da sua vida, por muito abençoado que seja, por muito que tenha. Para não falar que a mente é traiçoeira e por vezes acende lembranças sem permissão. Quer sejam elas lembranças de pessoas ou lembranças de momentos. Pessoas que nos fizeram muito bem e já não estão, pessoas que nos fizeram muito mal e não estão também... Sejam pessoas que nos fizeram viver tão bem que nos queremos voltar a sentir felizes como éramos com elas ou pessoas que nos fizeram tanto mal que queremos voltar a saber amar incondicionalmente como o fazíamos até ao dia em que tudo acabou.

Avizinham-se tempos duros para o resto da tua vida. Irás dar por ti aos pulos de felicidade e euforia e no momento a seguir irás encontrar-te a chorar pelos momentos tristes que nunca mais querias ter voltado a lembrar. Mas a vida é assim... uma montanha russa de emoções em que da equação fazem parte o passado, o presente e o futuro.











Lifestyle

Produtividade? Agora é mais fácil! | 4 dicas para ajudar na produtividade

novembro 29, 2019

 

A universidade trouxe-me bastantes técnicas para me organizar com as intermináveis coisas que tinha constantemente para fazer. Confesso que demorei dois anos a conseguir aplicá-las como deveria ser, mas nunca é tarde para o fazer.

Neste post, pretendo partilhar com vocês aquilo que penso ser o mais relevante para chegar ao fim do dia e sorrir e suspirar de alivio por todas as tarefas feitas.

Seguem-se então os passos para essa sensação de dever cumprido

Definir metas/ objetivos
O primeiro passo é sem dúvida definir metas. Com isto quero dizer objetivos. É importante esclarecer que existem metas a curto e a longo prazo. Todas estas metas têm de conter um prazo estabelecido, é extremamente importante. Porquê tanta importância no prazo? Sem este prazo definido, a tendência é deixar as coisas acontecer ou "deixar andar" sendo que não visionamos o objetivo como algo urgente ou importante realizar.

Primeiro vamos falar de metas a longo prazo. Este tipo de meta é mais longínquo para atingir, não é algo que se realize no momento da definição do mesmo. Por exemplo: 
  • O meu objetivo a longo prazo é atingir uma poupança de 200 euros até daqui a 6 meses. 
  • O meu objetivo é conseguir ler 50 livros no espaço de 4 meses.
Já os objetivos a curto prazo, são aqueles que nos ajudam a organizar mais pormenorizadamente o nosso dia-a-dia. O que é que eu quero dizer com isto? Este tipo de objetivo é algo estabelecido para os momentos dos dias seguintes. É através destes que, usualmente, designamos o nosso dia como produtivo ou não. Exemplos:
  • Rever a matéria para a frequência até ao meio-dia.
  • Fazer o almoço ao meio-dia e meia hora.
Existe um tempo, uma hora para realizar aquela ação próxima. O ideal é utilizar este tipo de meta para organizar o nosso dia seguinte. Para isto, todos os dias antes de te deitares escreve na tua agenda ou num caderno todos os teus compromissos para o dia seguinte e nos tempos livres encaixa tudo aquilo que queres fazer nesse dia.

Organização
Penso que seja comum a todos nós que trabalhar num ambiente organizado seja muito mais fácil e estimulante para que o nosso trabalho se realize, o trabalho flui. Para além de que não perdemos tempo a procurar a caneta ou a borracha por entre papeis e livros. Um ambiente organizado proporciona uma boa gestão do tempo.

Dizer "não"
Esta é uma das partes mais difíceis... Dizer "não" é recusar as distrações que aparecem à tua volta, como por exemplo recusar uma saída de amigos ou recusar um jantar de curso que se prolongará pela noite fora. É importante pensar não só nos danos do momento como nos danos a longo prazo. Perceber que por exemplo uma saída à noite não vai só retirar tempo ao meu estudo dessa noite como irá afetar a minha capacidade de atenção no dia seguinte.

Dizer não ao telemóvel também é um passo muito importante no caso dos estudos, por exemplo. Estudar com um telemóvel ao lado não é de todo a melhor opção pois iremos parar o estudo de 5 em 5 minutos para ver a mensagem do chat ou a notificação do instagram. É importante fazer pausas mas não de 5 em 5 minutos, não se vai tornar produtivo.

Fazer uma coisa de cada vez
Apesar de querer rentabilizar o tempo, é importante fazer uma coisa de cada vez. Focar apenas num assunto para que consigamos a maior das atenções e não baralhemos ideias. 

Espero que estas dicas vos ajudem tanto quanto ajudam a mim. Por vezes achamos alguns hábitos óbvios, no entanto, quando é necessário não nos lembramos deles. Aqui está um lembrete!
Até à próxima publicação!
With Love,
Cherry Wine

A imagem no início da publicação não é da minha autoria, foi encontrada na rede Pinterest.

Pessoal

Aceita mudar

novembro 20, 2019

http://www.lilybrownphotography.com/2555982-emily

Porque às vezes o que custa é dizer "SIM, eu aceito mudar" e não "Quero mudar". Querer queremos muitas coisas. Refleti muito e o peso no peito parecia ser insuportável a ponto de me fazer desmoronar. Adiei, adiei e adiei o "SIM", mas eu disse...

Não conhecia o início da história. Era tudo estranho e curioso. Personagens novas e guiões novos prontos para se desenrolar. Confesso que no início me pareceu assustador. Foi um daqueles inícios cheios de ação. Muitos nervos, muitas tentações enviadas pelo diabo para que eu voltasse ao caminho do ano passado. Eu resisti! Pelo menos não parei de o fazer mais do que 5 segundos e voltava ao foco. Aconteceu meia dúzia de vezes.

Tive de fazer algumas escolhas, mas a vida é feita delas, certo? É o custo benefício. "Não existem almoços grátis"- já alguém que se julgava mais inteligente que eu me havia dito há uns tempos e eu fiz não conhecer a expressão.
O custo benefício soube bem... Soube melhor do que eu esperava até.

Bem-estar

Rotina matinal para ir sem stress para a universidade

setembro 30, 2019


Quem nunca passou pela altura difícil cheia de frequências e trabalhos para fazer? Bem... eu já! Passados dois anos na universidade aprendi a adotar algumas técnicas que me fazem descontrair um pouco mais (dentro dos possíveis). Se és uma pessoa que fica nervosa com estas épocas que nos põem à prova, fica atenta às próximas dicas que te vou dar.

1- Acordar mais cedo do que é preciso
Sim, isso mesmo. Porquê começar o dia à pressa quando podes desfrutar da manhã? Começar o dia à pressa só vai fazer com que chegues a meio do dia ainda mais nervoso e com a sensação que não foste tão produtivo como querias.

2- Eleger uma playlist cheia de vibrações positivas
Um dos meus truques é começar a manhã com uma musica de fundo enquanto me arranjo para sair. Não uma playlist qualquer, uma playlist que me transmita boas energias.

3- Morning To Do list
Se queremos facilitar a nossa manhã e não nos esquecermos de nada importante que nos vai facilitar o resto do dia o mais prático é fazer, na noite anterior, uma lista de coisas que temos a fazer antes de sair de casa. Seja guardar o dossier X na mochila ou preparar uma apresentação.

4-  Reserva 10 minutos da tua manhã para fazer algo que gostes
Antes de sair de casa, é crucial esvaziar a mente. Faz algo que te deixe bem-disposto, feliz. Seja desenhar, cantar, escrever, meditar... O dia vai correr muito melhor, acredita!

5- Respira e sai com um sorriso na cara
Vais ver que depois de seguires as dicas anteriores, esta parte vai ser MUITO mais fácil. O importante é tentar.

Nem sempre consigo que o stress se evapore, sou uma pessoa muito stressada por natureza no que diz respeito à universidade mas o que é importante é que eu tento e sempre que eu tento o dia acaba muito melhor.
With Love,
Cherry Wine

Bem-estar

Claire Wineland || A adolescente que mudou a forma de ver o mundo

junho 20, 2019



O nome dela é Claire. Nasceu com uma doença chamada Fibrose Cística, uma doença que afeta não só os pulmões como também outros orgãos como o fígado, intestino, pâncreas, entre outros. A Fibrose Cística faz com que sejam produzidas secreções anómalas que resultam no mau funcionamento dos órgãos- principalmente os pulmões e o intestino.

Claire cresceu e aos 13 anos criou uma fundação "Claire's Place Foundation", à qual ainda é possível fazer donativos. A fundação existe com o objetivo de ajudar todos aqueles que sofrem da mesma doença.  

Acima de tudo, Claire, foi uma inspiração para o mundo, uma ativista. Com o objetivo de ajudar os outros, de nos ajudar a todos nós na verdade, criou o seu canal no youtube e participou em várias palestras para poder mostrar como eram os seus dias (convivendo com a doença), para mostrar a sua visão sobre a vida e sobre a morte.  Podem encontrar os seu canais do youtube aqui: YOUTUBE CHANNEL 1; YOUTUBE CHANNEL 2

Resultado de imagem para five feet apartDe certeza que já ouviram falar do filme Five Feet Apart, um filme que estreou recentemente sobre um romance que nasceu entre duas pessoas em tratamento num hospital. Estas duas pessoas sofriam da mesma doença, como tal não se podem aproximar a menos de seis pés de distância para que não sejam transferidas bactérias em qualquer circunstância. 

Para além do romance, o filme alerta principalmente para o dia-a-dia de um doente com Fibrose Cística. Claire Wineland foi a inspiração para este filme, apesar de ter partido antes de poder ver o filme. 

Claire partiu com 21 anos e deixou-nos com as maiores lições de vida que alguma vez se viu. Claire deixou de viver a sua vida para viver para a doença e para os seus tratamentos. Ao invés de desistir, Claire, foi uma pessoa tão ou mais feliz que uma pessoa saudável. Claire disse ao mundo que, claramente não podemos escolher morrer ou não, mas podemos escolher viver e desfrutar da nossa vida enquanto podemos. Talvez esteja na altura de viver uma vida incrível com incríveis obstáculos e agradecermos por estarmos presentes no momento.

“When you look at me, instead of seeing the poor, happy, sick kid… See someone who has lived an incredibly complex life; an incredibly beautiful life; an incredibly painful life; and has made something from it.  And realize that you have that power as well.” ~ Claire Wineland

Só agora descobri a Claire, após ela não estar mais connosco. Só agora descobri o que ela ensinou ao mundo e estou-lhe muito grata! Obrigada Claire. 

Queria dar a conhecer a Claire aqui no blogue. Não vou referenciar aqui todas as lições que ela me deu. Há que a ouvir, na voz dela, na entoação dela. Tem de ser a Claire. Aconselho vivamente que vejam o filme Five Feet Apart" e depois naveguem pelo youtube da Claire e oiçam com atenção as palavras que ela tem para vos dizer. Aconselho que vejam, também no youtube, as palestras que ela deu. Acredito que ela vai fazer com que agradeçam por estar aqui, presentes.

Mais uma vez, obrigada, Claire!
Até ao próximo post...
With Love,
Cherry Wine!

Cherry's Travels

Pelas ruas de Roma || Experiência

junho 16, 2019

E porque todos os caminhos vão dar a Roma, fui lá parar este ano! Numa cidade tão histórica e com tantas heranças de civilizações anteriores, sempre que se sai da cidade sente-se que não se visitou tudo o que havia para visitar. Cada canto de Roma tem uma história, um monumento, uma curiosidade. 


Como sabemos, cidades grandes são um problema para quem vive num sítio de ar "puro" e "leve" mas não se preocupem quanto a Roma... é uma cidade rodeada de natureza e imensos espaços verdes. Arrisco-me a dizer que visualmente é como uma cidade que nasceu no meio de uma floresta.


Gostava de dizer que quanto à comida foi extraordinário mas não foi bem assim! Afinal de contas... comida italiana!! Primeiro de tudo é necessário comentar que não gosto de piza. Sim, eu sei que é um pecado. Com isto pretendo dizer-vos que a minha alimentação nos restaurantes se resumiu a massas e com sorte saladas em alguns estabelecimentos. Comi massas extraordinariamente boas e outras "assim assim". Deus me livre, só queria comer uma canja feita pela minha mãe a meio da semana. 

Para quem visitar a cidade e passe os dias fora do hotel para explorar, vai ter de se preparar psicologicamente para ingerir hidratos de carbono em excesso.

Mas calma que os gelados são de comer e chorar por mais, não há como enjoar!

Sabem o que vão encontrar de certeza? Senhores destes. Perseguem-vos com selfie sticks, power banks e todo o tipo de "bugiganga".


No geral, as pessoas são simpáticas ainda que não haja muitos locais e a maior parte das pessoas que encontramos são turistas ou emigrantes.

Aconselho a visitar o Coliseu e o Vaticano no interior, realmente são lindos e podem usufruir de exposições no interior. Para chegar ao topo do coliseu, como podem imaginar terão de subir muitas escadas, mas vale totalmente a pena.


A verdade é que visitei imensos sítios, os quais me esqueci de fotografar de tão enamorada que estava com toda a cidade. Adorei e quero voltar lá de novo sem dúvida! 

Por fim deixo-vos algumas imagens! Se quiserem fazer alguma questão sobre Roma que eu possa ajudar estejam à vontade. Muitos beijinhos!
With love,
Cherry Wine







livrosbolso-billboard

Blog Archive